Depois de passar pelo Vodafone Mexefest, BONS SONS, NOS Alive entre muito outros, Cachupa Psicadélica vem a Espinho apresentar o seu disco de estreia «Último Caboverdiano Triste», lançado em 2017. Nascido em Cabo Verde, Lula’s cresceu num Mindelo de "rockeiros latinos", estudou nas Caldas da Rainha e encontrou-se na encruzilhada da sua Cachupa Psicadélica: "Música para fazer fotossíntese. Música das entranhas de Cabo Verde, nação cultural".

Localização no mapa:

Depois de lançar online um despretensioso Pearl, que foi passando de boca em boca até encher plateias nas principais salas de espetáculo Brasileiras, Rubel arriscou um segundo round mais refletido e, sem cair no erro de imitar o primeiro! Em Casas, o cantor e compositor carioca de 26 anos, lança-se por “mares nunca antes navegados” e chega, de forma ambiciosa e plural a um outro, igualmente bonito, lugar.

Localização no mapa:

O seu disco de estreia, "Antwerpen", lançado em 2017, foi considerado um dos melhores do ano pela grande maioria dos meios de comunicação social nacionais e nomeado para melhor disco europeu do ano. Depois de começar 2018 com a presença no festival Eurosonic, conta já com um ano recheado de concertos em mais de doze países e por festivais como NOS Alive, Paredes de Coura ou South By Southwest. Surma é Débora Umbelino e vem de Leiria, mas o que nos traz vem de locais bem mais exóticos!

Localização no mapa:

O trio de Coimbra, Joana Croker, Ricardo Jerónimo e Henrique Toscano vêm a Espinho mostrar o bom hábito que têm: criar temas simples, autênticos e imbuídos de um romantismo e sentido de humor muito próprios. Conhecidos pelo tom descontraído das suas atuações ao vivo, ouvir os Birds are Indie numa tarde de Verão ao ar livre, vai ser como estar entre amigos a cantarolar belas canções.

Localização no mapa:

Mojo Hannah e Nuno di Rosso, propõem-se a desenterrar estilos e misturá-los minuciosamente, com arte e curiosidade, abraçando a história da música com uma força gigante. Com alguns anos já percorridos, uma enorme sede de descoberta e um apego por discos dos mais raros aos mais elementares, esta dupla promete desvendar mistérios, desarmar corações e promover as mais diversas viagens do soul ao funk, passando pelo disco, hip hop ou mesmo rock psicadélico! Um fim de tarde a não perder, na Praia da Baía!

Localização no mapa:

Fundador da banda Os Azeitonas, lança-se em 2012 para um voo a solo e desde então que não nos deixa a ver navios, só aviões! Miguel Araújo é já, um incontornável nome da música pop-rock portuguesa. Exímio fabricante de canções, vem à Avenida Maia Brenha arrancar sorrisos de Miúdas, Maridos e, claro, derreter corações.

Localização no mapa: