Depois de cantar lado a lado com nomes como Marisa Monte, Caetano Veloso, Chico Buarque ou Milton Nascimento, foi a vez de um outro nome incontornável da música popular brasileira se cruzar com o “Fado” de Carminho: Tom Jobim. A família do compositor confiou-lhe o cancioneiro, a ultima formação de músicos que o acompanhou mergulhou, com ela, na enorme riqueza do seu acervo e o resultado foi “o que tinha de ser”, brilhante! Se a brisa de Verão de Espinho não lhe arrepiar a pele, o Tom de Carminho vai, certamente, faze-lo!

Localização no mapa: